quarta-feira, 13 de junho de 2007


Como não educar seu filho

1) Dê muitos brinquedos, diariamente se for necessário. Deixe os avós trazerem presentes em todas as suas visitas. Condicione seu filho a ir ao supermercado e ganhar um brinquedo, uma lembrancinha. Ele deve ter sempre interesse nas suas relações, só validar os relacionamentos que tenham lucro. Não chegue nunca em casa de mãos vazias.

2) Deixe que ele durma entre o casal todos os dias.

3) Faça tudo por ele: comida na boca, mamadeira até uma idade avançada, fralda noturna, guarde seus brinquedos, vista-o, enxugue-o...Depois cobre dele que ele se alfabetize. Mesmo ele não sabendo fazer nada sozinho, deve sentir-se capaz de aprender a ler e escrever!

4) Ensine-o a mentir, burlar as regras é essencial para quem quer se dar bem.

5) Não permita que ele apanhe, ensine-o a revidar ou bater.

6) Ensine palavrões e gestos obscenos, mostrar o dedo do meio é clássico! Assim ele poderá faltar com o respeito aos colegas, professores, aos familiares, seu chefe e a você mesmo. Fica muito engraçadinho ele chamar o pai de idiota e o primo de imbecil.

7) Fale sempre errado com ele, desde pequeno. Mas quando chegar a idade cobre que ele fale certo. Afinal, ele não precisa de modelos corretos para aprender. Ele que se vire!

8) Seja muito agressivo com ele. Quando estiver no meio de uma brincadeira mande parar e se ele continuar, fique bravo... Mostre que suas vontades devem ser impostas com agressividade e assim ele poderá bater em todos os colegas quando não fizerem o que ele quer.

9) Desde pequeno, fale em namoradas, mostre como se olha para o sexo oposto.

10) Seja amigão dele, sempre! Este negócio de exigência deixe para a escola! Não ensine a ter rotina, horários e responsabilidade.

11)Defenda sempre seu filho, afinal de contas ele deve saber que sempre terá razão. Criança não mente! Ensine-o a não reconhecer seus erros e a nunca pedir desculpas. Caso peça desculpas que seja gratuitamente, sem arrependimentos e mudanças de comportamentos.

12)Nunca pergunte sobre sua escola e não valorize seu estudo. Caso ele comece a ir mal, não exija nada dele...troque-o para uma escola mais fraca para ele passar de ano e deixe que ele ache que é um fracassado e incapaz. Quando ele pedir para faltar: deixe-o em casa...

13)Caso ele chore para entrar na escola leve-o de volta para casa e chore com ele. Ele deve perceber sua insegurança em relação à escolha da escola, só assim ele se tornará um individuo inseguro também.

retirado daqui

2 comentários:

Susy disse...

Gostei de ambos os artigos! ;) e também visitei o site que consultaste! É fantástico! :)

Sílvia disse...

Muito interessante :)